(11) 4193-5447 | comercial@gruposefer.com.br - Atendemos todo o Brasil!

Conheça os 3 principais tipos de estampas

Dos mais simples ao mais moderno, veja quais são as principais formas de fazer estampa na indústria atual.

Sublimação, Serigrafia, Transfer? Conheça os 3 principais tipos de estampas!
Editorial Grupo Sefer

Mas como as estampas são feitas? Existem três principais formas de se fazer estampas que se fragmentam em diferentes técnicas. Tudo depende do formato do desenho, do tamanho e também se ele cobrirá a peça inteira.

As estampas marcam coleções, estações e estão mudando frequentemente de acordo com a moda do momento. Trabalhar com elas é um processo delicado, mas que foi se modernizando com o passar do tempo. As estampas também são muito utilizadas na confecção de uniformes, pois dependendo da utilidade desse uniforme é mais recomendável fazer um desenho estampado de identificação ao invés de bordado.

Estampa Localizada

A estampa localizada é nada mais nada menos que um desenho fixo em um lugar da roupa. Geralmente essa estampa é feita por sublimação ou silkscreen. A sublimação é feita através do desenho impresso com uma tinta especial e que ´prensado na roupa. O silkscreen é um pouco mais trabalhoso, pois precisa que cada cor da estampa seja colocada na peça em etapas diferentes.

Estampa Rotativa ou Corrida

 

As estampas rotativas são aquelas que preenchem boa parte da roupa ou ela inteira, geralmente são compostas por desenhos sequenciais. O custo desse tipo de estampa é relativamente alto, porém, dependendo da demanda da quantidade de peças a serem produzidas o custo fica mais barato e pode valer mais a pena para grandes confecções. A estampa rotativa é feita com cilindros metálicos que possuem micro perfurações por onde a tinta passa até penetrar no tecido. O que eleva seu custo é que, assim como no processo de silkscreen, cada cor deve ser aplicada separadamente.

Estampa Digital

A estampa digital é a mais moderna atualmente, imprimindo a imagem desejada diretamente no tecido. Essa técnica oferece mais liberdade da questão de formatos e cores da estampa, sendo a mais utilizada na indústria atualmente. Existe uma máquina de impressão específica para esse procedimento, que além de realizar a impressão ainda faz uma lavagem no tecido para os resíduos excedidos sejam retirados. Um dos principais pontos positivos da estampa digital é a rapidez com que é feita, podendo realizar estampas em confecções grandes sem dar tanto trabalho quanto as outras formas. O ideal para fazer esse tipo de estampa é ter uma boa máquina para que as cores do desenho sejam bem fixadas para que não desbotem com o passar do tempo.

Quer aprender a desenvolver estampas para roupas e produtos em geral com base em pesquisas de mercado, aplicando diversas técnicas do design como a ilustração, edição de imagens e tipografia? Comece hoje mesmo o seu negócio e conquiste sua liberdade financeira!

Mas quais são as formas de estampar em tecidos?

A camiseta estampada é um item que nunca sai de moda, e com certeza você tem algumas no guarda-roupa. Seja aquela blusa com estampa localizada de sua ultima viagem ao exterior, ou um vestido no ultimo verão, feito com uma estampa total, ele te acompanhou durante diversos bons momentos. Independentemente da estampa, todas exigem uma técnica específica e cada estamparia tem seus segredos e técnicas. Mas Afinal, quais são as formas de estampar em tecidos?

SERIGRAFIA (SILK SCREEN)

É um processo de impressão por fotolitos e telas. Ainda é o único processo de impressão em camisetas que utiliza tinta para tecido. Por isso é o único que tem plena resistência a lavagem, sendo indestrutível. Pode-se obter um resultado de alto brilho, e textura de diversos tipos, aplicando pastas a base de plastisol. Existem tintas capazes de criar diversas texturas e efeitos, desde “toque zero, relevo… até aromas”. O custo de impressão de pequenas quantidades por este processo é bastante alto. É um trabalho de arte e por isso obtém resultados extraordinários e pode ser aplicado em qualquer tipo de substrato, têxtil ou não. Conheça um pouco mais sobre esse universo em: Silkscreen: Da arte para a tela, da tela para a arte.

SUBLIMAÇÃO TOTAL

É impressa uma folha por processo de off-set, ploter ou impressora fotográfica, que depois é transferida por evaporação para a camiseta. Só pode ser impresso em tecidos 100% poliéster de cor branca.

POWER FILM

É um tipo de vinil recortado em plotter. É transferido para a camiseta por prensa térmica. Tem resistência a lavagem bastante razoável. Existem varias opções de cores e até de cromados e aço escovado, que são efeitos que outros processos não alcançam. Só serve para aplicação de logos e frases em apenas uma cor na camiseta. Pode ser aplicado em algodão ou sintético.

CROMIA

É uma especialidade da serigrafia. Usada para impressão de imagens com resolução fotográfica, quando se deseja a durabilidade da serigrafia, unida a resolução fotográfica do transfer. É um processo que precisa de alto conhecimento técnico e tem custos muito elevados para produções pequenas. Pode ser aplicado em camisetas de algodão ou sintético.

TRANSFER DIGITAL

Este é o processo de impressão oferecido por 99% dos sites da internet. Este é o metódo de impressão mais barato que existe, e também o pior em beleza e resistência a lavagem. É ideal para pequenas tiragens e camisetas que serão rapidamente descartadas (imagens fotográficas / com degrade / sem separação clara entre as cores / imagens com sombras)

Nem sempre a estampa fica exatamente da cor do arquivo enviado (podem ocorrer alterações de “tom”) Podem ocorrer alterações de resolução na imagem, já que a estampa é cópia (copia sempre é inferior ao original) A estampa é opaca (plástico quadrado colado na camiseta) É impressa uma folha em impressora de computador ou xerox, que depois é aplicada por prensa térmica na camiseta.

É boa opção para baixas demandas e reprodução de imagens fotográficas. Camisetas pretas, ficará impresso quadrado “branco ou preto”, se o desenho não for uma figura geométrica de fácil recorte (caso de letras) Não existe transfer “pior / melhor / com outro nome / ou vindo da lua”… Transfer é tudo igual, todos tem os mesmos problemas de qualidade, aparência e resistência. Pode ser aplicado em camisetas de algodão.

 

TRANSFER LITOGRÁFICO

É um processo de impressão por meio de off-set.  As tintas da impressão não são ideais para tecido, mas tem resistência a lavagem razoável. É indicado para produção de camisetas promocionais em grande quantidade, quando se espera um resultado razoável, definição de detalhes, e não se tem uma grande preocupação com a beleza da impressão.

Pode ser aplicado em camisetas de algodão ou sintético.

 

TRANSFER SERIGRÁFICO 

É um transfer produzido por serigrafia. Tem as mesmas propriedades de qualidade e beleza da serigrafia convencional. Se utiliza este tipo de processo, quando se tem necessidade de ter as estampas já impressas e estocadas, mas não se pretende na hora, por motivos de estoque ou transporte, te-las impressa na camiseta,

Pode-se fazer as estampas e posteriormente, por meio de prensa térmica, aplicar na camiseta. É um processo caro e necessita alta demanda de cada modelo para se tornar viável. Não é possível se produzir este tipo de estampa em quantidades pequenas devido ao custo de fotolitos e telas.

Quem trabalha com este tipo de transfer, necessariamente trabalha com impressão serigráfica direta no
tecido também. Portanto, não se utiliza este tipo de técnica para imprimir camisetas por encomenda.

Esta técnica é utilizada quando o cliente pretende comprar apenas a estampa, para posterior transferência na peça. Não há lógica em se produzir a estampa por este processo, e entregar ao cliente já transferida para o tecido.

FOIL

É um tipo de papel refletivo que tem características de brilho intenso e metálico. É aplicada uma cola especial na camiseta, e depois através de prensa térmica, transferido para o tecido a propriedade metálica do papel. O foil tem resistência a lavagem relativa e oxida rapidamente quando em contato com o suor e calor do corpo humano.

TRANSFER SOLVENTE

A estampa é produzida através de uma plotter de impressão de alta definição e recorte preciso. Esta estampa é transferida para o tecido por termo-transferência. A grande diferença deste tipo de transfer é que ao contrario do transfer digital, não sobram bordas e nem fundo na estampa.

Como todo transfer, sua resistência é condicionada ao capricho com que a peça é lavada. Comparativamente a outros tipos de transfer é um produto bastante superior. Comparando a resistência e qualidade que a estamparia têxtil profissional por serigrafia pode chegar, este produto deixa muito a desejar.

As tintas usadas são próprias para impressão em vinil (do que são feitos estes transfers), mas não são próprias para lavagem em maquina de lavar roupas.

SUBLIMAÇÃO LOCALIZADA:

Só é possível imprimir em tecido sintético (100% poliester) de cor branca. É produzida por meio de uma impressora com tinta sublimatica um transfer. Pelo processo de termotransferencia esta é passada ao tecido.

 

0 Comentários

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*